Dia Internacional do Idoso

O envelhecimento da população mundial, é cada vez mais, não só um problema de saúde publica, mas também um problema social, económico, político, um desafio e uma oportunidade a resolver hoje e no futuro próximo.

Existem no mundo 600 milhões de pessoas com mais de 60 anos. Em 2025 este número será o dobro, ou seja, 1200 mil milhões. A União Europeia (UE) tinha a 1 de janeiro deste ano, uma população de 447 milhões de pessoas, das quais 10,3 deles em Portugal.

Segundo dados do Eurostat, Portugal é o segundo país na europa com mais idosos (22%) a seguir a Itália (23%), e será em 2050 um dos países da União Europeia com maior percentagem de idosos e menor percentagem de população ativa.

O Instituto Nacional de Estatística prevê igualmente que no ano de 2050, que um terço da população portuguesa seja idosa e quase um milhão de pessoas tenha mais de 80 anos. Estes cálculos são feitos com base na tendência de envelhecimento da população, resultante do aumento da esperança de vida e da diminuição dos níveis de fecundidade. Portugal é, no entanto, o país em que os idosos tem menor qualidade de vida, são mais frágeis e mais dependentes, condicionando um aumento dos custos com a saúde e com a dependência.

Ler mais

Por "Mário Pinto"